Das cidades da microrregião de Guarabira, apenas 2 estão com comércio aberto

Levantamento feito pelo Outra Fonte mostra que apenas 2 cidades que formam a microrregião de Guarabira estão com o comércio, embora com restrições, funcionando. As cidades são Serra da Raiz e Lagoa Dentro. Todas as outras não flexibilizam o isolamento.

Foi considerado apenas 8 cidades, dentre as 13, pois as demais não há transparência de informações relacionadas ao fechamento ou abertura do comércio. Em Duas Estradas, por exemplo, o último decreto publicado e disponível no site é de 22 de abril e dispõe sobre a suspensão das aulas.

Na cidade de Pilõezinhos, a prefeita estabeleceu o uso de força policial para as pessoas e empresas que desrespeitarem o isolamento social. Não há total abertura do comércio, exceto os serviços essenciais. Uma das suspensões são as atividades de comércio ao ar livre, barracas, carrinhos de sorvete, pipoqueiros, espetinhos e afins. A edição do decreto foi baixada no último dia 30 de abril.

Em Araçagi, o isolamento social também permanece, com decreto publicado pelo prefeito Murilo no domingo (03), proibindo a abertura do comércio, exceto os serviços sociais autorizados pelo Estado da Paraíba e decreto federal.

Na mesma linha de Guarabira, o prefeito de Serra da Raiz possibilitou a abertura do comércio a partir das 8hrs às 14hrs. Não podem funcionar, no entanto, bares, restaurantes e lanchonetes, além de áreas de lazer e academias. Veja o decreto clicando aqui.

Na cidade de Pirpirituba, o prefeito decretou apenas o funcionamento do comércio tido como essencial para a população, como supermercados, padarias, farmácias, postos de combustíveis. O decreto foi publicado no sábado (02).

A prefeita Maria, em Alagoinha, seguindo as recomendações dos órgãos de saúde, também determinou o fechamento do comércio local durante 30 dias, a contar do último dia 22. De acordo com o decreto:

Fica determinado o fechamento de bares, lanchonetes, restaurantes, pousadas, casa de jogos de azar jogos de bicho; salções de beleza, balneários, academias de ginásticas, lojas de roupas, calçados, alumínios e quaiquer outros estabelecimentos comerciais que não sejam de vendas de gêneros alimentícios.

No município de Belém, o decreto estipulava o fechamento do comércio até hoje (04), no entanto não há registro de prorrogamento das determinações que prorrogue o isolamento social.

Na cidade de Lagoa de Dentro, assim como Guarabira, também há flexibilização do isolamento e alguns setores do comércio estão aberto, como as lojas de confecção, cama, mesa, banho, vestuários, eletrodomésticos e similares que funcionam com horário reduzido no período das 09h00 às 16h00. Esta era a determinação constante no último decreto, com validade que encerrou no domingo passado (03).

Já em Sertãozinho, as regras de flexibilização continuam rígidas, proibindo a abertura do comércio. A medida foi prorrogada em novo decreto publicado hoje (04).

Das microrregiões do Agreste, como Umbuzeiro, Itabaiana e Campina Grande, Guarabira é a única cidade com o afrouxamento do isolamento social e abertura do comércio, contrariando as recomendações de saúde.


A republicação é gratuita, no entanto, caso reproduza, cite a fonte. Nosso trabalho é exclusivamente colaborativo.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é fala-gba.jpg

Tem alguma denuncia a fazer? Deseja relatar algum problema com o serviço público? Este é o Fale GBA!, espaço destinado aos moradores de Guarabira (mas também região) para expor as indignações, os problemas com o poder público e outras demandas. Você pode escrever usando o formulário abaixo ou entrando em contato através das nossas redes sociais. Garantimos o anonimato das informações repassadas.

Compartilhe

Leave a Comment

error: Este conteúdo está protegido!