Ao priorizar região Metropolitana de João Pessoa, João Azevêdo ignora Guarabira e demais cidades

Mesmo Guarabira sendo o quarto município com maior número de casos confirmados por coronavírus, o governador da Paraíba, João Azevêdo (Cidadania) ignora a cidade e prioriza atendimento e medidas para a região Metropolitana de João Pessoa.

No último decreto editado por João Azevêdo, publicado em 30 de maio, o governador impõe algumas medidas rígidas para conter o avanço do coronavírus na capital João Pessoa as cidades da região — Alhandra, Bayeux, Caaporã, Cabedelo, Conde, Santa Rita, e Pitimbu.

Barreiras sanitárias, controle de circulação de pessoas são algumas da ações que já estão em vigor. As pessoas infectadas, que não respeitarem o isolamento, poderão responder criminalmente.

Essas ações do governo, no entanto, que excluem Guarabira, cuja região possui cerca de 812 casos confirmados, se considerar as cidades de Araçagi, Pilõezinhos, Cuitegi, Pirpirituba e Alagoinha, não são as únicas. Recentemente, a região de Guarabira ficou de fora do Plano de Contingência Estadual.

Nas redes sociais, o deputado estadual e líder da oposição, Raniery Paulino (MDB), comentou sobre: “O plano de contingencia apresentado pelo Governo da Paraíba para estruturar a rede hospitalar do estado não menciona Guarabira, cidade que polariza a região do Brejo”.


O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é fala-gba.jpg

Tem alguma denuncia a fazer? Deseja relatar algum problema com o serviço público? Este é o Fale GBA!, espaço destinado aos moradores de Guarabira (mas também região) para expor as indignações, os problemas com o poder público e outras demandas. Você pode escrever usando o formulário abaixo ou entrando em contato através das nossas redes sociais. Garantimos o anonimato das informações repassadas.

Compartilhe

Leave a Comment

error: Este conteúdo está protegido!