Paraíba foi vítima de golpes na contratação de respiradores

Operação deflagrada pela Polícia Federal na Bahia desmontou uma quadrilha que fraudou a venda de respiradores para o Consórcio Nordeste, do qual a Paraíba faz parte.

A Operação Ragnarok, que ocorreu após denúncia do Consórcio Nordeste, que tentou comprar 300 respiradores de uma empresa que dizia ser revendedora do produto. A Paraíba foi vítima desse negócio.

João Azevêdo já havia anunciado a compra de 30 respiradores, no entanto, no último domingo (31), informou que não foi possível concluir.

“Houve duas tentativas de compra de respiradores, através do Consórcio Nordeste, uma na China e que não houve a entrega e ocorreu o cancelamento da compra, uma outra compra na Alemanha e também não houve entrega e houve o cancelamento da compra. Os respiradores que nós temos hoje são respiradores que nós conseguimos remanejar dentro da rede e inspiradores que nós consertamos. 70 respiradores recebemos do Ministério da Saúde, tanto respiradores de transporte, como respiradores de UTI. Não tem essa preocupação com relação a isso”, informou.

Com informações do Expresso PB


O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é fala-gba.jpg

Tem alguma denuncia a fazer? Deseja relatar algum problema com o serviço público? Este é o Fale GBA!, espaço destinado aos moradores de Guarabira (mas também região) para expor as indignações, os problemas com o poder público e outras demandas. Você pode escrever usando o formulário abaixo ou entrando em contato através das nossas redes sociais. Garantimos o anonimato das informações repassadas.

Compartilhe

Leave a Comment

error: Este conteúdo está protegido!