Bolsonaro mandou atrasar boletins da Covid-19 para não passar em telejornais

O governo Jair Bolsonaro determinou que as divulgações de boletins epidemiológicos, com registros atualizados de casos confirmados e de óbitos decorrentes da Covid-19, sejam enviadas apenas às 22 horas, após a exibição de todos os telejornais com maior audiência no país. A informação é do portal Correio Braziliense.

Segundo uma fonte do alto escalão do governo, a decisão é permanente. A intenção de atrasar a entrega dos boletins existe desde que Luiz Henrique Mandetta estava à frente do Ministério da Saúde. mas o agora ex-ministro sempre havia se recusado a acatar a determinação. 

A estratégia do Palácio do Planalto é evitar que os dados estejam disponíveis no horário dos telejornais noturnos, período de maior audiência nas redes de televisões brasileiras. A ordem estabelece que os dados sejam enviados à imprensa no final da noite, mesmo que os documentos já estejam prontos às 19 horas.

Publicado por Brasil 247 com informações do Correio Braziliense


O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é fala-gba.jpg

Tem alguma denuncia a fazer? Deseja relatar algum problema com o serviço público? Este é o Fale GBA!, espaço destinado aos moradores de Guarabira para expor as indignações, os problemas com o poder público e outras demandas. Você pode escrever usando o formulário abaixo ou entrando em contato através das nossas redes sociais. Garantimos o anonimato das informações repassadas.

Compartilhe

Leave a Comment

error: Este conteúdo está protegido!